5 Dicas para fazer o Controle de Caixa da sua empresa

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Uma das praticas que traz muitos benefícios para as finanças da empresa é o controle de caixa. Por ser um recurso que nem sempre é entendido por muitos gestores, acaba sendo negligenciado. Muitos dizem que o controle do fluxo de caixa traz informações que determinam os prejuízos e lucros. Más é um grande erro! O controle de fluxo de caixa é uma maneira muito eficaz para planejar as atividades financeiras, caso seja feita de forma não exata, o rendimento ficará comprometido por um período.

É uma atividade fácil, mas é necessário ser feito com precisão e organização. Para isso separamos algumas dicas para te ajudar no controle de caixa da sua empresa!

Faça um controle diário do fluxo de caixa

Reserve uma parcela do seu dia diariamente para uma pratica que te poupara bastante energia lá na frente! A formula é bem simples, mas poderosa: Entrada de Dinheiro – Saída de Dinheiro + Saldo Inicial do Caixa = Saldo diário.

Projeção para no mínimo 90 dias

Caso faça o fechamento do mês com os relatórios diários de controle de caixa, já da pra saber se aquele mês foi lucrativo ou não. Imagine o seguinte, você está planejando comprar novos equipamentos para a sua empresa no mês de setembro, mas pelo controle de fluxo de caixa, mostrou que agosto não foi o melhor mês financeiramente.

Por essas informações, já da para ver que é muito melhor a empresa adiar a compra dos equipamentos e focar em estratégias para entrar mais dinheiro.

Entrada vs saída de dinheiro

Dois pilares do controle do fluxo de caixa é a entrada e a saída de dinheiro. Mas além de saber quanto se gastou ou recebeu é necessário saber por onde saiu o dinheiro ou entrou. Quando se fala em entrada de dinheiro, deve ser levado em consideração as formas de pagamentos, entre elas estão: duplicatas, dinheiro, cartão de credito ou cheque.

Também deve ser levado em conta os pagamentos aos funcionários e fornecedores, gastos internos e pró-labore. É um equivoco esquecer dos gastos adicionais, não deixe nada de fora!

Trabalhe com dados, faça um planejamento realista

Trabalhe com dados! Antes de fazer qualquer coisa, faça um levantamento dos meses anteriores. Por onde começar? Pode ser complicado pensar nisso, mas é algo simples. Faça uma análise.

Tire um dia da semana e reúna os dados de controle de caixa e analise como vem sendo o comportamento financeiro do seu negócio. Ou seja, qual é o lucro, quanto está gastando e porque está acontecendo assim.

Software de gestão para gerenciar seus dados

Para ter dados precisos é necessário um gerenciamento a altura. Todos os registros das transações financeiras é algo que você deve administrar de maneira organizada e pratica, para uma melhor visão do que está acontecendo na empresa.

Restou alguma dúvida? Entre em contato com o nosso suporte! Estaremos dispostos a resolver todas as suas dúvidas.

- Posts Relacionados -