Saiba o que é Onboarding e como facilita o processo de admissão

O processo de admissão de um funcionário na empresa requer muita atenção, cuidado e conhecimento, isso por que dentre diversas pessoas com as mais variadas habilidades para serem recrutadas, a escolha deve ser sempre a que mais se encaixa no perfil da empresa, para que os resultados sejam satisfatórios tanto para o empregador quanto para o funcionário. Ao contratar um novo colaborador uma nova jornada começa, e para ser feita da melhor forma possível a empresa pode adotar um método eficaz de integração.

O que é Onboarding?

Como o próprio nome diz, Onboarding significa “a bordo” ou “embarcar” quando traduzido, e envolve exatamente o processo de integração do novo colaborador à empresa com o objetivo de mantê-lo familiarizado com sua missão e valores. Muitos gestores de RH pensam em escolher a pessoa certa para exercer da melhor forma a profissão, e no momento em que os primeiros dias de trabalho começam, normalmente o novo funcionário está disposto à aprender e à se adaptar para demonstrar sua capacidade dentro da empresa. Essa é a hora certa para assegurar a ambientação do funcionário na empresa, pois manter um funcionário pode ser mais importante do que contratá-lo

Como funciona?

Uma boa forma de aplicar o Onboarding é usar o método separado por etapas, executando um conjunto de atividades que tem como princípio a cultura da empresa. Muitas empresas administram esse processo por fornecer palestras, reuniões presenciais ou virtuais de forma a passar para o funcionário tudo o que engloba sua jornada de trabalho. Visto que são vários os tipos de empresa, não há uma forma exata de como fazer as atividades com os funcionários, porém deve-se sempre manter como objetivo a inclusão do funcionário na empresa, e para que esse processo não se torne maçante ou ineficaz, pode ser organizado por 4 diferentes etapas:

  • Conformidade

Refere-se ao ensino e orientação ao funcionário sobre as prioridades da empresa, seus valores, políticas internas, obrigações, comportamento nos processos internos, regras e obrigações.

  • Cultura

O colaborador tem uma imersão em toda a estrutura cultural da empresa, como ela lida com as ameaças, perdas, ganhos e como é sua dinâmica e o clima do ambiente de trabalho.

  • Clarificação

Deixar bem claro tudo o que envolve a função do profissional, incluindo recursos, objetivos, responsabilidades, expectativas e limites dos processos a serem executados, até que o funcionário entenda o quanto precisa estar preparado para seu cargo e possa atingir o esperado.

  • Conexão

Estabelecer o início de uma busca pela melhora de relações interpessoais com todos os colegas de qualquer nível hierárquico. Essa etapa é feita normalmente para concluir o treinamento do funcionário para ser acolhido pela empresa, mas pode ser feita por tempo indeterminado não só pelo gestor de RH quanto por outros colegas de trabalho.

O Onboarding pode ser muito importante!

Primeiramente, a maior parte do sucesso da produtividade pode ser engajado pela própria empresa por meio desse processo. Ao admitir um funcionário, o mesmo pode atender às expectativas da empresa ou não, esses dois resultados diferentes vão acontecer de qualquer forma mas como a empresa lidará com isso pode ser decisivo. Uma boa execução de Onboarding pode ser a chave para que o funcionário recém chegado na empresa continue a se manter engajado em suas atividades e não se sinta à parte ou deslocado do ambiente de trabalho com o tempo.

Citamos aqui a importância do Onboarding em situações de admissão, porém é de extrema importância a ajuda que tal processo pode oferecer a um funcionário que não vai bem na empresa, pois assim ele poderá se situar melhor e adquirir ou melhorar suas habilidades, visto que relações interpessoais mais bem cuidadas podem aumentar as chances de produtividade e a motivação do funcionário por executar bem sua função, segundo uma pesquisa feita sobre qualidade de vida no trabalho e a influência dela na produtividade. Além disso essa abordagem diminui a rotatividade da empresa 

Os benefícios podem ser vários, como por exemplo:

Retenção de talentos – Digamos que o Onboarding pode ser utilizado para a retenção de talentos que segundo pesquisas da Classdor pode ser melhorado em até 82% com o uso desse processo quando bem executado, e consequentemente uma melhora extremamente significativa na produtividade da empresa em até 70%!

Realizar essas etapas com organização e planejamento, se atentando à personalidade e comportamento do funcionário que não podem ser vistos durante uma entrevista por exemplo, aumenta as chances de que o mesmo consiga desempenhar muito bem seu papel desde o início.

Desenvolve motivação – As pessoas que se sentem envolvidas emocionalmente nos processos e pertencente ao local de trabalho pode se sentir muito mais motivada a entregar bons resultados, e todos de acordo com o que aprendeu e observou da cultura da empresa. Quando enfrentar situações que fogem de seu controle, a tendência será buscar ajuda de alguém que lhe prestou disposição até que consiga ou tenha o poder de resolver tais questões, em vez de tentar resolver sozinho para mostrar serviço e talvez acarretar em resultados ruins.

Fornece capacitação – Além de introduzir o funcionário da melhor forma na empresa, ele tambem passa a receber o treinamento adequado e ao desempenhar sua função fará com que tenha resultados exatos.

Melhora a qualidade – Funcionários que passaram pelo processo de Onboarding possuem resultados mais satisfatórios devido ao sentimento de pertencimento na organização da empresa, o que o motiva a priorizar os resultados como sendo uma meta pessoal e não só o que a empresa espera dele. Um estudo feito pela UrbanBound afirma que de todos os colaboradores que passaram pelo processo, 77% deles conseguiram atingir suas metas.

Fortalece a equipe e a organização – Quando o funcionário passa pelo Onboarding além de ser instruído e capacitado para atingir suas metas pessoais e atender às expectativas da empresa, é criado um ambiente de trabalho propício ao fortalecimento mútuo entre a equipe, e as chances do novo contratado pensar em uma oportunidade em outra empresa podem ser nulas!

A empresa precisa de resultados para continuar ativa no mercado de trabalho, com equipes capacitadas e habilidades necessárias para o crescimento da empresa, porém ainda se trata de humanos por trás da prosperidade dos negócios, e nada melhor como saber lidar com o desafio da produtividade alinhada ao bem estar dos integrantes da organização.

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Como o nome já diz, o aviso prévio significa que o colaborador foi avisado que será desligado da…

Previdência social: o que é e quais as regras?

Previdência social: o que é e quais as regras?

Previdência social: é um sistema publico o qual garante a aposentadoria dos brasileiros, gerenciado pelo INSS (Instituto Nacional…

Funcionários externos: como fazer o controle?

Funcionários externos: como fazer o controle?

Antes mesmo da popularização do trabalho em home office, o mercado brasileiro já possuía os famosos funcionários externos.…

Todos os direitos reservados – CNPJ 33.375.886/0001-07

Copyright © 2021 Ponto Online Tecnologia

Orçamento