Demissão por acordo, o que é e como funciona?

Demissão por acordo – o que é e como funciona?

 

Existem algumas formas diferentes de rompimento de vínculos empregatícios entre funcionários e a empresa. Demissões por justa causa e sem justa causa, por exemplo, são comuns durante todo o tempo de uma empresa, porém, tambem é comum que haja situações em que o funcionário não pode continuar prestando serviço à empresa, necessitando de um acordo amigável entre ambas partes, ou seja, uma demissão por acordo.

Veja também:

Demissão sem justa causa – Entenda como ocorre esse tipo de rescisão

Nova lei geral de proteção de dados: O que você precisa saber?

5 dicas para fazer o controle de caixa da sua empresa

Colaborador esqueceu de bater o ponto? Saiba o que fazer

Os principais setores que adotaram o Home Office

 

O que é a demissão por acordo?

 

A demissão por acordo, denominada pela lei como Demissão por Acordo Trabalhista, acontece quando o colaborador e a empresa resolvem rescindir o contrato de trabalho, em comum acordo voluntário. Não é estabelecido um padrão de documento a ser fornecido para formalizar o acordo, porém deve ser necessariamente por escrito e assinado após comunicação entre o empregador e o empregado.

Essa modalidade de rescisão é uma prática comum no mercado de trabalho por longos anos, em que era de costume que o funcionário devolvesse ao empregador o pagamento de 40% sobre a multa do FGTS, processo não previsto na lei.

A partir de 2017, com a Reforma Trabalhista, essa prática alcançou o apoio jurídico que regulamentou tal modalidade com o objetivo de manter e definir melhor os benefícios a serem pagos ao colaborador.

Como funciona?

 

Ao serem definidas algumas normas para a demissão por comum acordo, as verbas a serem pagas ao funcionário possuem características um pouco diferentes de outras formas de rescisão de contrato, sendo definido da seguinte forma ao colaborador:

  • A demissão por acordo deve ser feita por escrito
  • Recebe apenas 20% do valor de indenização sobre a multa do FGTS depositado em sua conta
  • Passa a ter o direito de sacar 80% do FGTS por meio de conta vinculada à caixa e outras formas previstas pela lei.
  • Possui direito a receber 50% de aviso prévio indenizado e caso seja optado o pagamento em horas, ou trabalhado, o colaborador não terá direito à redução de horário.
  • Não terá direito ao seguro desemprego nesse caso, visto que não existe cenário para tal benefício quando a demissão é voluntária.
  • O colaborador tem direito a receber os devidos saldos, como férias integrais e promocionais, décimo terceiro proporcional, extras, além de saldos previstos na convenção coletiva de trabalho da empresa, dentre outros.

Principais vantagens

O tipo de rescisão por acordo tambem tem suas vantagens, tanto para a empresa quanto para os colaboradores envolvidos. Para os funcionários que querem ou precisam ser demitidos por motivos pessoais, ou por desejo de iniciar um novo empreendimento próprio, por exemplo, existe a possibilidade de fazer a rescisão sem perda integral de direitos à verbas, algo que se dá se simplesmente solicitassem a demissão, além de poder controlar o momento em que sairão da empresa, permitindo melhor planejamento de suas metas pessoais fora da empresa, contando com todo apoio legal e segurança jurídica.

O empregador tambem pode contar com algumas vantagens, a começar pelas verbas que não serão pagas integralmente, reduzindo os custos que a empresa arcaria com a demissão direta do funcionário. Por contar com o apoio jurídico, a empresa tambem tem a segurança de realizar o procedimento sem que seja denominada como fraude e tem a garantia tambem por parte do funcionário em cumprimento da lei. Podem recorrer à possibilidade de demissão por acordo de funcionários desmotivados, desinteressados ou qualquer outro tipo de comportamento que demonstre o desejo de se demitir, sem que haja transtornos.

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria?

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria?

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria? Com certeza mudanças na lei referentes ao

Consolidação das Leis Trabalhistas

Consolidação das Leis Trabalhistas

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Mas o que muitos

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Como o nome já diz, o aviso prévio significa que o colaborador foi avisado que será desligado da

Todos os direitos reservados – CNPJ 33.375.886/0001-07

Copyright © 2021 Ponto Online Tecnologia

Orçamento