Adicional Noturno – Saiba como funciona!

O acréscimo salarial para quem trabalha no horário noturno, também chamado de adicional noturno, é algo que gera muitas dúvidas para os gestores de RH e funcionários. Neste post, iremos esclarecer suas dúvidas sobre o funcionamento desse calculo, quem tem direito a tal beneficio entre outras questões. Confira!

O que é o adicional noturno?

Veja também:

Antes de qualquer coisa, é necessário entendermos o que é o adicional noturno. O adicional noturno, é um acréscimo pago aos colaboradores que trabalham no período entre 22:00 horas ás 05:00 horas do dia seguinte. Por ser considerado um horário em que normalmente as pessoas descansam, esse valor adicional é pago de forma a compensar o desgaste devido a troca de horário.

Esse acréscimo recebido pode variar, e o calculo é feito considerando a base salarial, conforme vamos ver ao longo do artigo.

Quem tem direito a receber esse adicional?

Todo colaborador que trabalha em horário noturno, seja urbano ou rural, tem direito a receber esse acréscimo. No caso do trabalho noturno urbano, de 22:00 horas ás 05:00 horas e rural variando de 21:00 horas ás 05:00 horas para quem trabalha na lavoura ou 20:00 horas ás 04:00 horas para que trabalha na pecuária.

Esse adicional deverá ser pago tanto para trabalhadores horistas como para os trabalhadores mensalistas.

Como fazer o calculo?

Diferente da hora diurna, a hora noturna não equivale a 60 minutos mas a 52 horas e 30 segundos. Sendo assim, há uma redução de 12,5% na carga horária do trabalhador, exceto, o trabalhador rural cujo o adicional é baseado em 60 minutos.

De acordo com o artigo 73: “Salvo nos casos de revezamento semanal ou quinzenal*, o trabalho noturno terá remuneração superior à do diurno e, para esse efeito, sua remuneração terá um acréscimo de 20% (vinte por cento), pelo menos, sobre a hora diurna. (Redação dada pelo Decreto-lei nº 9.666, 28.8.1946)”

Um trabalhador urbano que trabalha no horário de 22:00 horas ás 05:00 horas, ou seja, 7 horas diárias, tem direito a uma hora extra, pois a cada hora trabalhada, sobram 7 minutos e 30 segundos.

Exemplo 1

Se o colaborador recebe R$30,00 por hora trabalhada, no período noturno ele receberá 20% sobre esse valor, ou seja, receberá o valor de R$36,00 reais. Ainda considerando a hora extra , o colaborador teria direito a 50% adicional, sendo assim, esse colaborador receberia R$54,00 pela hora trabalhada.

Exemplo 2

Vejamos ainda outro exemplo, um colaborador que recebe R$700,00 reais como salário-base e trabalha 220 horas por mês, sendo que apenas 180 horas são noturnas. A primeira coisa a se fazer nesse caso é descobrir o valor da hora trabalhada. Vamos dividir o salario mensal pelas horas contratuais. Nesse exemplo a hora paga diurna seria de R$3,18. Para saber quanto esse colaborador ganha por hora noturna, basta multiplicar a hora diurna por 20%, o que nos da o valor de 0,63 ganho a mais por cada hora trabalhada em horário noturno. Se pegarmos o valor de R$3,81 (soma da hora diurna mais adicional) e multiplicar pelo número de horas noturnas trabalhadas no mês, chegaremos no valor salarial de R$658,80.

Dessa forma fica mais fácil entender o calculo não é mesmo?

É muito importante a empresa seguir as regras ligadas ao trabalho noturno, do contrario, ela poderá ser autuada em caso de fiscalização trabalhista, resultando em multas. A empresa deve ter um controle das horas noturnas trabalhadas e a mesma deve vir discriminados na folha de pagamento para que o colaborador fique ciente dos valores recebidos, bem como seus direitos.

Ainda ficou alguma dúvida referente ao horário noturno? Deixe sua dúvida nos comentários!

Nos siga nas redes socias para estar sempre informado de assuntos similares.

Nosso Instagram

Nosso Facebook

Nosso Linkedin

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria?

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria?

Portaria 671: O que você precisa saber sobre essa nova portaria? Com certeza mudanças na lei referentes ao

Consolidação das Leis Trabalhistas

Consolidação das Leis Trabalhistas

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT). Mas o que muitos

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Aviso prévio no home office: saiba como fazer o controle

Como o nome já diz, o aviso prévio significa que o colaborador foi avisado que será desligado da

Todos os direitos reservados – CNPJ 33.375.886/0001-07

Copyright © 2021 Ponto Online Tecnologia

Orçamento